Pages

Google Ads

Friday, December 27, 2013

GeoServer, MapServer e o mundo dos Mapas

Amigo leitor,

Quem não gosta de trabalhar com mapas?!

Qual é o presidente, diretor ou gerente de uma empresa que não gosta de ver seus dados em um mapa?

Normalmente a solução mais utilizada e simples é usar a API Google Maps, mas existem outras opções que podem ser utilizadas (e o melhor são opções livres).

O mundo do BI muitas vezes se cruza com o mundo do GeoProcessamento, eles podem colaborar entre si e inclusive podem ser bons parceiros.

Aproveitando essa época de descanso resolvi compartilhar alguns links interessantes sobre o tema, são eles:

http://www.fernandoquadro.com.br/html/2007/07/18/mapserver-versus-geoserver/

http://andersonmedeiros.com/comparacao-mapserver-geoserver-arcgis-server-qgis-gvsig/

http://edmarmoretti.blogspot.com.br/2009/04/mapserver-e-geoserver-cada-um-no-seu.html

http://www.slideshare.net/Geolivre/teste-de-performance-de-wms-entre-geoserver-e-mapserver

Boas festas!!!

Wednesday, November 20, 2013

Pentaho 5.0 CE is now available!

Hi Folks,

Great news from Pedro Alves and Pentaho ... 

After two release update announcements and over 1 month after my initial estimate (mid-october... yeah, right!), it's done!

Pentaho 5.0 CE is available for download!

 


This was a huge collaborative effort from a lot of people - internally, from all areas of Pentaho, and externally, from the community!

Based out of the Pentaho 5.0.1 codebase, we are releasing what we hope to be a coherent and quality release to fulfill the needs of our user base.

I'd like to specially thank the authors that did a great effort in making sure their plugins were working against 5.0: Xavier Cho and the Pivot4J team, Paul Stoellberger and the Analytical Labsteam, Marius Giepz, and a huge effort from the Brazilian Pentaho Community that got together and organized a 20-man team to build a QA plan and test the suite. Amazing work everyone!

Now... if you excuse me, I'm signing out. Getting this release out the door plus the fact that Portugal just qualified for the Football World Cup (the kind of football were you actually kick a ball with your foot, my American friends), if you see a guy celebrating in the streets totally drunk, it's most likely me! \o/

Source:

Wednesday, October 09, 2013

Ministério de Minas e Energia está na mira de espiões americanos e canadenses

Pessoal,

Alguém viu a reportagem "Ministério de Minas e Energia está na mira de espiões americanos e canadenses" ?

A imagem abaixo é um print screen de uma transformação ou job criado com um programa de ETL chamado PDI (Pentaho Data Integration), parece que eles utilizaram o PDI para criar um programa de espionagem.

 


Para quem ainda não conhece o PDI eu recomendo conhecer, excelente ferramenta para construir qualquer coisa, inclusive ferramentas de espionagem rsrsrsrsrsrs.

Saiba mais através do link:

Cursos gratuitos online

Fonte:

Friday, October 04, 2013

PCM 13 - Evento Internacional da Comunidade Pentaho

Em 2009 tive a oportunidade de participar do PCM em Barcelona, e desde aquele dia eu desejo participar todos os anos.
Infelizmente, por diversos motivos, somente depois de 4 anos eu pude voltar a participar deste evento.

Esse ano vou dar uma palestra sobre a Comunidade Pentaho Brasil, vou falar do livro que lançamos, chamado Pentaho na Prática, e também vou comentar sobre o nosso produto comunitário ''Saiku Chart Plus''. Também vou falar sobre nossos eventos brasileiros, sobre o perfil da nossa comunidade e contar um pouco sobre o excelente trabalho realizado, no Brasil, por todos da comunidade (o qual felizmente tem sido acompanhado de perto pela Pentaho, graças ao trabalho do Pedro Alves). O Pedro é o atual representante mundial da comunidade na Pentaho; para quem não sabe a Pentaho incorporou oficialmente as C*Tools e o Pedro, e hoje ele trabalha na Pentaho.

Sei que esse evento não é muito conhecido no Brasil, entretanto ele começou em 2008 na Alemanha, e todos os anos acontece em alguma cidade da Europa.

Todos os anos tenho acompanhado o PCM, em 2009 e em 2013 presencialmente, e nos outros anos através de blogs, twitter e videos que são depois disponibilizados. Assim, para quem quiser saber mais sobre o evento os links são:

http://www.webdetails.pt/pcm13

http://www.webdetails.pt/pcm13/pcm13-welcome.pdf

Agenda do evento:
http://www.webdetails.pt/pcm13/pcm13-program.pdf

Minha palestra ainda não foi finalizada e ainda existe espaço para sugestões vindas da comunidade. Vou ficar 6 dias com muitas pessoas da Pentaho, Partners e Geek Heroes como Matt Casters, Thomas, Julian Hyde, Paul, Tom, Pedro e outros, e posso aproveitar esse tempo para fazer perguntas, investigar, etc; estou disposto a ajudar a comunidade no que for necessário e possível.

Alguém deseja manifestar algo?  Alguma pergunta? Problema? Necessidade? Desejo? Feedback? Positivo? Negativo? Eu posso repassar para toda a comunidade mundial.

Thursday, September 05, 2013

I believe in BYOD (Bring your own device)

Hi all,

Some years ago a friend of mine told me about the BYOD (Bring your own device) idea.

Since that time I believe in this idea, unfortunately the IT departament in a lof of companies do not implement new ideas and a lot of them are living in the past.

But today a lot of big companies are implementing it.

What is BYOD?

"Bring your own device (BYOD) (also called bring your own technology (BYOT), bring your own phone (BYOP), and bring your own PC (BYOPC)) means the policy of permitting employees to bring personally owned mobile devices (laptops, tablets, and smart phones) to their workplace, and use those devices to access privileged company information and applications.[1] The term is also used to describe the same practice applied to students using personally owned devices in education settings.[2]
BYOD is making significant inroads in the business world, with about 75% of employees in high growth markets such as Brazil and Russia and 44% in developed markets already using their own technology at work.[3] In most cases, businesses simply can't block the trend. Some[who?] believe that BYOD may help employees be more productive.[4]Others[who?] say it increases employee morale and convenience by using their own devices and makes the company look like a flexible and attractive employer.[5] Many[who?] feel that BYOD can even be a means to attract new hires, pointing to a survey that indicates 44% of job seekers view an organization more positively if it supports their device. [6]

Learn more about it:

Saturday, August 17, 2013

Mac Tip: Force empty the Trash

Hi guys,

If you are having problems trying to clean up your Trash on Mac even when you are using the "force" you need to know this tip.

I tried a lot of times without success to clean up my Trash using the command line below:

MacBook-Air-de-Caio:~ caiomsouza$ sudo rm -rf  ~/.Trash/*

After trying a lot, I discovery that if you press the Option button while you clean up the trash it will work and it will clean up bin files and others.

I found this tip in this website here.

The original text:

Sometimes the Trash on your Mac won't empty - even when you tell it to. Ever since Idragged and dropped a bunch of leftover Windows system files into my Mac's Trash bin, no matter how many times I tried to empty it, there those trashed files stayed, staring at me in defiance.
Luckily, The X Lab site offers a few options for force-emptying the Mac's Trash. Being acommand line gal, I used the old rm -rf ~/.Trash/* technique in Terminal, but apparently holding down the Option key while emptying does the trick too. Here's to empty trash bins!

Monday, August 12, 2013

Pentaho na Prática - Livro de Pentaho em Português (Completo)

Amigos,

O livro está finalizado desde Agosto de 2013.

Agora é comprar e se divertir.



Compra agora:
http://www.amazon.com.br/Pentaho-na-Pr%C3%A1tica-ebook/dp/B00CEQFDU0

Feliz Aniversário. São 7 anos do Blog.ProfessorCoruja.com

Amigo leitor,

Se meu blog fosse o meu filho ele estaria super triste comigo, mas felizmente ele é apenas um blog.

Esse ano eu esqueci do aniversário do Blog Professor Coruja, mas ainda em tempo vou comemorar escrevendo esse post especial.

O pior de tudo é que ano passado eu não lembrei e muito menos comemorei essa data tão importante.

A data do aniversário de 7 anos do blog é o dia 3 de Agosto de 2013, então hoje ele está com 7 anos e 9 dias, parece ontem quando eu começei a escrever e já se foram 7 anos, incrível como o tempo passa rápido.

Muito obrigado por fazer parte da história do Blog.ProfessorCoruja.com.

Examples of Format String @ Pentaho BI Suite

Hi Pentaho folks,

When you are creating an OLAP Cube you need to create a measure and define a Format String.

Below there are some examples.


#
###,###,###
$#,###
$#,##0.00

Caused by: org.postgresql.util.PSQLException: ERROR: operator does not exist: bigint = text

Hi Pentaho folks,

When I am teaching Pentaho to my students they always forget to put the primary key in the hierarchy and they error below will occur.

Like the example below:

Caused by: mondrian.olap.MondrianException: Mondrian Error:Internal error: Error while loading segment; sql=[select "dim_convenente"."convenente" as "c0", sum("fato_convenios_siconv"."m_valor_convenio") as "m0" from "dw"."dim_convenente" as "dim_convenente", "dw"."fato_convenios_siconv" as "fato_convenios_siconv" where "fato_convenios_siconv"."sk_convenente" = "dim_convenente"."convenente" group by "dim_convenente"."convenente"]
    at mondrian.resource.MondrianResource$_Def0.ex(MondrianResource.java:942)
    at mondrian.olap.Util.newInternal(Util.java:2261)
    at mondrian.olap.Util.newError(Util.java:2277)
    at mondrian.rolap.SqlStatement.handle(SqlStatement.java:336)
    at mondrian.rolap.SqlStatement.execute(SqlStatement.java:236)
    at mondrian.rolap.RolapUtil.executeQuery(RolapUtil.java:318)
    at mondrian.rolap.agg.SegmentLoader.createExecuteSql(SegmentLoader.java:555)
    at mondrian.rolap.agg.SegmentLoader.loadImpl(SegmentLoader.java:187)
    at mondrian.rolap.agg.SegmentLoader.access$000(SegmentLoader.java:48)
    at mondrian.rolap.agg.SegmentLoader$SegmentLoadCommand.call(SegmentLoader.java:155)
    at mondrian.rolap.agg.SegmentLoader$SegmentLoadCommand.call(SegmentLoader.java:129)
    ... 5 more
Caused by: org.postgresql.util.PSQLException: ERROR: operator does not exist: bigint = text
  Dica: No operator matches the given name and argument type(s). You might need to add explicit type casts.
  Posição: 253
    at org.postgresql.core.v3.QueryExecutorImpl.receiveErrorResponse(QueryExecutorImpl.java:2077)

How to solve it.

Put the primary key in the hierarchy.

Caused by: java.lang.ClassNotFoundException: javassist.bytecode.ClassFile

Hi Pentaho Folks,

Last week when I executed ./workbench.sh on my Mac I've got this error:

Caused by: java.lang.ClassNotFoundException: javassist.bytecode.ClassFile

It also occurs in Linux Ubuntu.

MacBook-Air-de-Caio:schema-workbench caiomsouza$ ./workbench.sh

/Applications/Pentaho/psw-ce-3.5.0/schema-workbench
WARNING: Using java from path
DEBUG: _PENTAHO_JAVA_HOME=
DEBUG: _PENTAHO_JAVA=java
17:09:41,822 ERROR [Workbench] main
java.lang.NoClassDefFoundError: javassist/bytecode/ClassFile
    at org.scannotation.AnnotationDB.scanClass(AnnotationDB.java:311)
    at org.scannotation.AnnotationDB.scanArchives(AnnotationDB.java:294)
    at org.pentaho.di.core.plugins.BasePluginType.findAnnotatedClassFiles(BasePluginType.java:238)
    at org.pentaho.di.core.plugins.BasePluginType.registerPluginJars(BasePluginType.java:500)
    at org.pentaho.di.core.plugins.BasePluginType.searchPlugins(BasePluginType.java:115)
    at org.pentaho.di.core.plugins.PluginRegistry.init(PluginRegistry.java:420)
    at org.pentaho.di.core.KettleEnvironment.init(KettleEnvironment.java:121)
    at org.pentaho.di.core.KettleEnvironment.init(KettleEnvironment.java:68)
    at mondrian.gui.Workbench.getDbMeta(Workbench.java:1225)
    at mondrian.gui.Workbench.loadDatabaseMeta(Workbench.java:193)
    at mondrian.gui.Workbench.(Workbench.java:132)
    at mondrian.gui.Workbench.main(Workbench.java:2094)
Caused by: java.lang.ClassNotFoundException: javassist.bytecode.ClassFile
    at java.net.URLClassLoader$1.run(URLClassLoader.java:202)
    at java.security.AccessController.doPrivileged(Native Method)
    at java.net.URLClassLoader.findClass(URLClassLoader.java:190)
    at java.lang.ClassLoader.loadClass(ClassLoader.java:306)
    at sun.misc.Launcher$AppClassLoader.loadClass(Launcher.java:301)
    at java.lang.ClassLoader.loadClass(ClassLoader.java:247)
    ... 12 more


How to solve it:

I edited workbench.sh and add the line below:

CP="${CP}${PS}${MONDRIAN_HOME}/lib/javassist.jar"

I also put the javassist.jar on psw-ce-3.5.0/schema-workbench/lib

After that, It worked fine.

If you find a better way to solve it, please let me know it.

Caused by: java.lang.ClassNotFoundException: org.scannotation.AnnotationDB

Hi Pentaho Folks,

Last week when I executed ./workbench.sh on my Mac I've got this error:

Caused by: java.lang.ClassNotFoundException: org.scannotation.AnnotationDB

It also occurs in Linux Ubuntu.

MacBook-Air-de-Caio:schema-workbench caiomsouza$ ./workbench.sh

/Applications/Pentaho/psw-ce-3.5.0/schema-workbench
WARNING: Using java from path
DEBUG: _PENTAHO_JAVA_HOME=
DEBUG: _PENTAHO_JAVA=java
17:08:48,928 ERROR [Workbench] main
java.lang.NoClassDefFoundError: org/scannotation/AnnotationDB
    at org.pentaho.di.core.plugins.BasePluginType.findAnnotatedClassFiles(BasePluginType.java:237)
    at org.pentaho.di.core.plugins.BasePluginType.registerPluginJars(BasePluginType.java:500)
    at org.pentaho.di.core.plugins.BasePluginType.searchPlugins(BasePluginType.java:115)
    at org.pentaho.di.core.plugins.PluginRegistry.init(PluginRegistry.java:420)
    at org.pentaho.di.core.KettleEnvironment.init(KettleEnvironment.java:121)
    at org.pentaho.di.core.KettleEnvironment.init(KettleEnvironment.java:68)
    at mondrian.gui.Workbench.getDbMeta(Workbench.java:1225)
    at mondrian.gui.Workbench.loadDatabaseMeta(Workbench.java:193)
    at mondrian.gui.Workbench.(Workbench.java:132)
    at mondrian.gui.Workbench.main(Workbench.java:2094)
Caused by: java.lang.ClassNotFoundException: org.scannotation.AnnotationDB
    at java.net.URLClassLoader$1.run(URLClassLoader.java:202)
    at java.security.AccessController.doPrivileged(Native Method)
    at java.net.URLClassLoader.findClass(URLClassLoader.java:190)
    at java.lang.ClassLoader.loadClass(ClassLoader.java:306)
    at sun.misc.Launcher$AppClassLoader.loadClass(Launcher.java:301)
    at java.lang.ClassLoader.loadClass(ClassLoader.java:247)
    ... 10 more


How to solve it:

I edited workbench.sh and add the line below:

CP="${CP}${PS}${MONDRIAN_HOME}/lib/scannotation-1.0.2.jar"

I also put the scannotation-1.0.2.jar on psw-ce-3.5.0/schema-workbench/lib

Saturday, July 20, 2013

Free Family History and Genealogy Records — FamilySearch.org

Hi all,

Usually I write in this blog about IT, Open Source and things related with computers and business.

But, today I decided to write in my blog about something very special for me, it is "Family History and Genealogy Records".

On July, 8, 2013 my lovely grandmother Pilar died at home in peace surrounded by her family this event made me think more about my family history and about life.

I love Family History and Genealogy Records and until today I have already in my personal tree 16 (sixteen) generations recorded in my familysearch.org account.

So, If you want to learn more about it please visit www.familysearch.org and watch the videos below.















Saturday, July 06, 2013

Brincando com os Dados do Bolsa Família @ FISL14

Amigos,

Baixei a base de dados do Bolsa Família divulgada no FISL pelo MDS.gov.br e fiz algumas coisas no Pentaho, segue algumas imagens.

Fiz muito rápido esse projeto um pouco no hotel, no restaurante, no avião e em casa em pleno sábado e agora está publicado em um servidor de teste na Amazon AWS.

Para ficar bacana é necessário melhorar muitas coisas, mas já é possível realizar algumas análises.












Friday, July 05, 2013

Livro Pentaho na Prática com desconto para participantes do FISL14



http://www.amazon.com.br/Pentaho-na-Pr%C3%A1tica-ebook/dp/B00CEQFDU0

Deseja aprender sobre BI Open Source?

Compre o livro Pentaho na Prática com desconto exclusivo para participantes do FISL14.

O primeiro livro em Português sobre Pentaho criado por três brasileiros da Comunidade Pentaho Brasil.

Faça o cadastro até o final do FISL 14 para receber o desconto exclusivo para comprar o livro.

Stand do Grupo de Usuários Pentaho Brasil no FISL14


Saiba mais:

http://www.facebook.com/pentahobrasil

Thursday, July 04, 2013

Novo Curso Online Gratuito PDI/Kettle, se você não usa é por que você não conhece

Pessoal,

No FISL 14 montamos um stand para divulgar o grupo de usuários do Pentaho e demonstrando o PDI/Kettle para as pessoas pensei no nome do novo curso gratuito, vai chamar PDI/Kettle, se você não usa é por que você não conhece.

Objetivo:

Ensinar como o software PDI/Kettle pode te ajudar a ser mais produtivo.

Em breve mais informações.

Professor Coruja @ FISL 14

Amigos,

Participar do FISL 14 é uma grande emoção, faço questão de estar aqui todos os anos.

FISL = Rever amigos, rever ex-alunos, rever clientes, rever amigos das comunidades, assistir palestras, oficinas, comer churrasco até quase morrer na churrascaria Na Brasa, passar frio, ficar cansado demais por que informação demais cansa o corpo rs rs rs.

Encontrei o Mr. Zend PHP (Flávio Gomes) que estudou comigo na UTFPR e o Mr. Debian (Hélio Loureiro) que estudou comigo na FGV.

Além de muitos outros amigos, mas esses estudaram comigo e fazem parte da Comunidade de Software Livre.



E também tirar uma foto bacana como essa.



Monday, July 01, 2013

Pentaho 4.8 /4.5 CE running on iPad / iPhone / Android bug fixed

"When we log into Pentaho User Console using our iPad /iPhone/iPod Touch or an Android device, by default Pentaho launches Analyzer , however this component is exclusive from Enterprise Edition."

To correct this issue we should open this file:
PUCLogin.jsp
included in the following folder:
biserver-ce-4.8.0-stable\biserver-ce\tomcat\webapps\pentaho\jsp
and search for the following code snippet
1
2
3
if(/(iPad|iPod|iPhone)/.test(navigator.userAgent) || window.orientation !== undefined){
returnLocation = CONTEXT_PATH+"content/analyzer/selectSchema";
}
Disable or delete this source code lines and the bug will be fixed
1
2
3
//if(/(iPad|iPod|iPhone)/.test(navigator.userAgent) || window.orientation !== undefined){
  //      returnLocation = CONTEXT_PATH+"content/analyzer/selectSchema";
//}
Known limitations:
On several mobile devices mantle double click behavior doesn’t work fine, remember to use the buttons red squared on the next screenshot

Saturday, June 15, 2013

Profissão do futuro: Lixeiro Digital. Porquê a capa da Revista Veja é sobre Big Data.

Amigos leitores,

Essa notícia é antiga (Abril/2013) e muitos já sabem, mas resolvi comentar sobre essa reportagem que tanto deu o que falar. Como melhor que indicar é deixar minhas impressões, seguem abaixo meus comentários.

Já pensou em ser lixeiro*? Isso, lixeiro digital? Já pensou em trabalhar com dados reciclados? Posso dizer com certeza que essa será a profissão do futuro.

A reportagem não trata diretamente sobre isso, mas a minha percepção de Big Data é a possibilidade de transformar dados, inclusive aqueles dados que alguns consideram lixo, em ouro. Isso mesmo!

Dados = Informação = Conhecimento = $$$$

Se você quer ficar rico, acredito que vale a pena parar e ler mais sobre o assunto.



A edição de abril de 2013 da revista Veja teve como capa o tema BIG DATA, porém essa não foi uma edição qualquer e sim uma edição comparada com edições importantes na história do Brasil.

Na página 15, chamada Carta ao Leitor, temos um texto muito importante que diz "O desafio do Big Data"; nesta página a revista fala da grande dificuldade de explicar de forma simples um assunto muito complexo e importante, e compara a importância dessa edição com a edição de 1981 que teve como capa a chegada dos computadores pessoais ao Brasil, e com a edição de 1995, que teve como capa a internet, e destaca a importância de falar sobre um tema que afetará a vida de todos os habitantes do planeta terra. Esse assunto chama-se BIG DATA e deve ser levado a sério por todos.

Para quem é geek ou nerd isso não é novidade, afinal já faz parte da vida de quem trabalha com BI (Business Intelligence) e Dados.

Para quem ainda não leu a matéria eu recomendo ler logo, pois isso vai afetar inclusive a vida de profissionais não relacionados com TI.

Resolvi fazer alguns comentários sobre a matéria.

A primeira frase de impacto começa assim:

"ON-LINE AINDA NO VENTRE. Uma em cada três crianças americanas já está presente na web antes mesmo de nascer -- normalmente uma ultrassonografia é postada pelos pais em redes sociais. Aos 2 anos, 92% das crianças estão na internet, em fotos ou vídeos, e algumas até contam com perfil no Facebook. Vivemos num mundo no qual cada momento da vida passou a ser digitalizado."
(Texto extraído da página 70 da edição de Abril de 2013 da Revista Veja)

Resolvi extrair uma parte do texto escrito pela revista Veja que relata um caso real de uso de dados brutos para a geração de informação e conhecimento. Trata-se da empresa americana chamada Target, uma gigantesca loja de departamento com 1800 pontos de venda nos Estados Unidos. Segue o texto:

'' (...) atribuiu um número a cada um de seus milhões de clientes e passou a rastrear e armazenar todas as pegadas digitais deixadas por elas: produtos preferidos, hábitos de consumo, média de gastos, uso de cupons, cartão de fidelidade. Somou a isso dados demográficos de cada um deles, adquiridos em empresas do ramo: sexo, idade, profissão, local de moradia, estimativa de renda. Contratou estatísticos para analisar essas informações e montou um retrato preciso do padrão de consumo de cada cliente. Um dia aconteceu um incidente. 

Um senhor entrou esbravejando numa loja da Target em Minnesota. Trazia nas mãos cupons de produtos para bebês. "Minha filha recebeu isto aqui pelo correio", reclamou o senhor para o gerente. "Ela é uma adolescente. Vocês estão querendo estimulá-la a engravidar? " O gerente conferiu a remessa de cupons e, constrangido, pediu desculpas. Dias depois, com receio de perder o cliente, telefonou para ele a fim de desculpar-se outra vez. O pai da adolescente estava desconcertado do outro lado da linha: "Tive uma conversa com a minha filha. Fiquei sabendo de algumas coisas que estavam acontecendo dentro da minha casa". Respirou fundo e completou: "Ela vai dar à luz em agosto..."

Outro ponto interessante levantado na matéria é o fato de que em quinze minutos a humanidade gera o triplo de informações disponíveis no acervo da Biblioteca do Congresso, a maior do mundo.

Chegamos à era do BIG DATA por alguns motivos como: queda no custo de armazenar dados (um comparativo da queda do custo é o fato de que há duas décadas, estocar 1 gigabyte saía por 1000 doláres e hoje custa 6 centavos), os processsadores tornaram-se mais velozes, os programas ficaram mais inteligentes e a quantidade de dados cresce absurdamente.

Para entender a importância de BIG DATA eu gostaria de contar a história de um amigo que há alguns anos atrás, mais ou menos 15 anos atráss ele decidiu virar lixeiro, ou melhor, ele resolveu trabalhar com lixo e reciclar esse lixo. O tempo passou e hoje ele é um empresário de sucesso e seu trabalho é coletar "lixo" de empresas e reciclar; ele transforma "lixo" em dinheiro, e ele ganha muito dinheiro! Quem antigamente era chamado de lixeiro por seus amigos, hoje é dono de muita coisa.

Se pedaço de papel, vidro, madeira ou qualquer coisa que foi jogada no lixo, tem valor e pode ser transformada em dinheiro, por que não transformar dados estruturados e não estruturados em dinheiro?

Isso não é algo novo, muitas pessoas e empresas ganham muito dinheiro vendendo informação, e a matéria prima são os dados; um exemplo clásssico é a empresa SERASA EXPERIAN e tantas outras que fazem trabalhos com dados.

Eu mesmo como um profissional de BI (Business Intelligence) já tive a oportunidade de ajudar muita gente e muitas empresas a transformar um BANDO DE DADOS em um Banco de Dados extremamente valioso para a empresa, capaz de responder as mais diversas perguntas dos mais altos executivos, e felizmente essa vida de lixeiro digital me traz muita alegria e me permite viver a vida da forma que eu gosto de viver.

Mas vamos falar de BIG DATA. Para entender o assunto é importante entender sobre dados, os quais podem ser divididos em dois tipos:

- Dados Estruturados: são dados que normalmente estão organizados, limpos, corretos, checados, como por exemplo a sua listagem de clientes.

- Dados Não Estruturados: são dados sujos, incompletos, caóticos, como por exemplo o clique do mouse para comprar um livro na Amazon, ou não comprar, a nova foto no facebook, um novo tuíte, um novo video no youtube, a pesquisa no google, o telefonema gravado para nossa "segurança", a música online que se escuta, o livro que se lê num leitor eletrônico, o e-mail que não chega a ser enviado, entre outros.

Você já reparou quanto "lixo" on-line geramos todos os dias? Esse lixo vale ouro.

Será que estamos olhando os dados com os olhos corretos?

Não vou resumir a matéria inteira, deixo para você leitor, ler, prestando atenção aos detalhes, e abrir sua mente para um mundo cheio de possibilidades.

Para terminar gostaria de publicar um e-mail que recebi de um aluno muito bom chamado Ricardo Chiavelli; ele tem uma empresa que, assim como a minha, transforma dados em informação e conhecimento.

Chama-se ''A Pizzaria do Google''. É um e-mail muito engraçado, porém eu precisei fazer pequenas adaptações removendo os palavrões que, não sei porquê, foram colocados pelo autor (eu não sei quem escreveu esse texto, parece piada, mas vale a pena ser lido).


 Pizzaria Google, boa noite!
- De onde falam?
Pizzaria Google, senhor. Qual é o seu pedido?
- Mas este telefone não era da Pizzaria do...
- Era, sim senhor, mas a Google comprou a Pizzaria, e agora sua pizza é mais completa.
- OK. Você pode anotar o meu pedido, por favor?
- Pois não. O Senhor vai querer a de sempre?
- A de sempre? Você me conhece?
- Temos um identificador de chamadas em nosso banco de dados, senhor. Pelo que temos registrado aqui, nas últimas 53 vezes que ligou, o senhor pediu meia quatro queijos e meia calabresa.
- Puxa, eu nem tinha notado! Vou querer esta mesmo...
- Senhor, posso dar uma sugestão?
- Claro que sim. Tem alguma pizza nova no cardápio?
- Não senhor. Nosso cardápio é bem completo, mas eu gostaria de sugerir-lhe meia ricota, meia rúcula.
- Ricota ??? Rúcula ??? Você ficou louco? Eu odeio estas coisas.
- Mas, senhor, faz bem para a sua saúde. Além disso, seu colesterol não anda bom...
- Como você sabe?
- Nossa Pizzaria tem o banco de dados mais completo do planeta. Nós temos o banco de dados do laboratório em que o senhor faz seus exames, também. Cruzamos seu número de telefone com seu nome e temos o resultado de seus exames de colesterol. Achamos que uma pizza de rúcula e ricota seria melhor para sua saúde.
- Eu não quero pizza de queijo sem gosto e nem pizza de salada. Por isso tomo meu remédio para colesterol e como o que eu quiser...
- Senhor, me desculpe, mas acho que não vem tomando o seu remédio ultimamente.
- Como sabe? Vocês estão me vigiando o tempo todo?
- Temos o banco de dados das farmácias da cidade. A última vez que o senhor comprou seu remédio para Colesterol faz 3 meses. A caixa tem 30 comprimidos.
- Caramba! É verdade. Como vocês sabem disto?
- Pelo seu cartão de crédito...
- Como?!?!?
- O senhor tem o hábito de comprar seus remédios em uma farmácia que lhe dá desconto se pagar com cartão de crédito da loja. E ainda parcela em 3 vezes sem acréscimo... Nós temos o banco de dados de seus gastos com o cartão na farmácia. Há 2 meses o senhor não compra nada lá, mas continua usando seu cartão de crédito em outras lojas, o que significa que não o perdeu; apenas deixou de comprar remédios.
- E eu não posso ter pago em dinheiro? Agora te peguei...
- O senhor não deve ter pago em dinheiro, pois faz saques semanais de R$ 250,00 para sua empregada doméstica. Não sobra dinheiro para comprar remédios. O restante, o senhor paga com cartão de débito.
- Como você sabe que eu tenho empregada e quanto ela ganha?
- O senhor paga o INSS dela mensalmente com um DARF. Pelo valor do recolhimento dá para concluir que ela ganha R$ 1.000,00 por mês. Nós temos o banco de dados dos Bancos também. E pelo seu CPF...
- ORA VÁ PASSEAR !
- Sim senhor, me desculpe, mas está tudo em minha tela. Tenho o dever de ajudá-lo. Acho, inclusive, que o senhor deveria remarcar a consulta que o senhor faltou com seu médico, levar os exames que fez no mês passado e pedir uma nova receita do remédio.
- Por que você não vai passear...???
- Desculpe-me novamente, senhor.
- ESTOU FARTO DESSAS DESCULPAS. ESTOU FARTO DA INTERNET, DE COMPUTADORES, DO SÉCULO XXI, DA FALTA DE PRIVACIDADE, DE BANCOS DE DADOS E DESTE PAÍS...
- Mas senhor...
- CALE-SE! VOU ME MUDAR DESTE PAÍS PRA BEM LONGE. VOU PARA AS ILHAS FIJI OU ALGUM LUGAR QUE NÃO TENHA INTERNET, COMPUTADORES, TELEFONE E GENTE ME VIGIANDO O TEMPO TODO...
- Sim, senhor...entendo perfeitamente...
- É ISTO MESMO! VOU ARRUMAR MINHAS MALAS AGORA E AMANHÃ MESMO VOU SUMIR DESTA CIDADE.
- Entendo...
- VOU USAR MEU CARTÃO DE CRÉDITO PELA ÚLTIMA VEZ E COMPRAR UMA PASSAGEM SÓ DE IDA PARA ALGUM LUGAR BEM LONGE DE VOCÊ !!!
- Perfeitamente...
- E TAMBÉM QUERO QUE VOCÊ ME ESQUEÇA!
- Farei isto senhor... ...(silêncio de 1 minuto)
- O senhor está aí ainda?
- SIM, PORQUE? ESTOU PLANEJANDO MINHA VIAGEM... E VC PODE CANCELAR A MINHA PIZZA.
- Perfeitamente. Está cancelada. ...(mais um minuto de silêncio)
- Só mais uma coisa, senhor...
- O QUE É AGORA?
- Devo lhe informar uma coisa importante...
- FALA, CARAMBA....
- O seu passaporte está vencido!

Acredito que esse texto explica muito bem sobre cruzar informações estruturadas e não estruturadas, sobre armazenar dados, sobre minerar dados, sobre BIG DATA.

Apesar de muito estar sendo falado sobre BIG DATA, não se esqueça de estudar também sobre Open Data (Dados Abertos) e Business Intelligence Open Source.

* Lixeiro = Tenho muito respeito por essa profissão e sei que é de importância fundamental para o mundo.